Polícia

IML afirma que baixista não foi baleado e morreu pelo impacto do acidente

Músico estava em um carro de aplicativo que colidiu com o veículo de criminosos que fugiam da polícia na madrugada dessa quinta-feira (30).

Baixista Carlos Henrique e cantor Junior Masca - Foto: Reprodução

Baixista Carlos Henrique e cantor Junior Masca - Foto: Reprodução

31 de maio de 2024 às 10:00
3 min de leitura

Na manhã desta sexta-feira (31) o diretor do Instituto Médico Legal (IML), Dr. Antônio Nunes, afirmou ao Lupa1 que a perícia constatou que a morte do baixista Carlos Henrique não foi causada por um disparo de arma de fogo, e sim pelo impacto do acidente de trânsito que a vítima sofreu. O baixista estava em um carro de aplicativo que colidiu com o veículo de criminosos que fugiam da polícia na madrugada dessa quinta-feira (30).

Baixista morreu no HUT - Foto: Reprodução

Segundo informações do diretor do IML, após a perícia realizada no corpo, foi constatado que não havia nenhuma perfuração causada por arma de fogo, e também não identificou vestígios de projétil de arma de fogo dentro do corpo da vítima. Além disso, a Perícia Criminal não constatou perfurações causadas por tiros no carro em que a vítima estava.

“Após necrópsia realizada no IML, se observou que não havia nenhuma perfuração por projétil de arma de fogo, nem projétil de arma de fogo no corpo. E o veículo também, examinado pela Perícia Criminal, não encontrou nenhum vestígio desse tipo”, afirmou o Dr. Antônio Nunes.

Cantor Junior Masca e baixista Carlos Henrique - Foto: Reprodução

Ainda de acordo com o informado pelo médico legista, a morte do baixista foi causada pelo forte impacto da colisão entre os dois veículos, onde ele apresentou diversas fraturas e sofreu traumatismo craniano.

“A morte ocorreu realmente como está na declaração de óbito, por politraumatismo, onde houve lesões cerebrais, lesões pulmonares dos dois lados, fratura de costela dos dois lados do tórax, hemorragia intensa torácica, lesão de fígado e do baço, então teve muita coisa realmente que levou ao óbito”, disse o médico.

Entenda o caso:

Matérias relacionadas:

Baixista do cantor Júnior Masca morre após ser atingido por bala perdida em Teresina

Cantor Júnior Masca lamenta morte de baixista: “A ficha demora a cair”

Um jovem identificado como Carlos Henrique, de 24 anos, morreu em acidente entre dois veículos no cruzamento das avenidas Presidente Kennedy e Dom Severino, na madrugada desta quinta-feira (30). O Lupa1 apurou que a vítima era baixista do cantor Junior Masca.

De acordo com informações, durante uma perseguição da polícia contra criminosos, o veículo que estavam os bandidos acabou colidindo com um carro de aplicativo, modelo Fiat Punto, onde estavam o condutor e Carlos Henrique. A primeira informação foi de que o músico havia saído do veículo e sido alvejado por um disparo de arma de fogo durante a troca de tiros.

Siga nas redes sociais

Veja também

Dê sua opinião

Canal LupaTV

Veja todas